Prada’s headband & mais

Puro tricô na headband. Cara de handmade mesmo… parece que eu podia ter feito. Ainda não sei o que pensar da seriedade do conjunto blusa + saia, essa proposta vintage, meio secretária, meio vó, totalmente brechó, em cores de escritórios dos anos … hmmm… 50, 60?

Que as imagens falem por si.

pradaa

pradabpradac

Como não amar a coleção outono/inverno 2009/10 da Missoni?

Sabe aquelas coisas que tu olha e pensa “eu queria ter criado isso”? A coleção da Missoni me despertou este sentimento. Layers e layers de diferentes texturas de tricô, em cores sobrepostas, peças que se misturam e se confundem, lembrando ao mesmo tempo a desconstrução e liquidez da modernidade, as arábias e o fim dos tempos.

Olhei cada look várias vezes, tentando absorver as produções. É uma coleção cheia de styling. Aí fui me apaixonando pelos colares dourados, pelas faixas na cabeça, pelas cores (o azul elétrico com os pastéis sutilmente diferentes) e até pela combinação gola gigante + corte de cabelo.

missoni07

Atenção para o detalhe dos colares dourados.

missoni03

No detalhe dá pra ver que na cintura tem uma espécie de cinta de malha também (um mini haramaki).

Adorei: gola gigante + o super cachecol + calca justinha de malha + casacão caindo nos ombros + faixa na cabeça

misson104missoni06

diversos tons de bege + cachecol arrastando no chão + gola capuz + vestido rendado de tricô

Nessas horas acho a moda uma delícia.

* todas as fotos são do Style.com

E vejam só que rapidinha essa sueca da comunidade fashion Chictopia. Já se produziu para as ruas inspirada na coleção.

Haramaki gaúcho

Há um tempo atrás fiz um post aqui que falava do ‘haramaki’ que chamei de “cinturinha japonesa”. Agora acabei de ver que a Burberry teve um destes na sua coleção masculina de 2009.

A while ago I wrote a post about the ‘haramaki’ – the japanese belly warmer. Now Burberry has presented something similar in its men’s collection.

A peça é da vestimento tradicional japa, e me lembra uma outra peça da indumentária gaúcha. A cinta que é usada amarrada na cintura como no detalhe da foto. Aliás, devo confessar que sou apaixonada pela pilcha gaudéria masculina. A bombacha e toda a parafernália que acompanha (botas, cinto). Acho super máscula e que dá um visual de poder.

The piece is part of the traditional japanese clothing, which reminds me of another traditional garment just like it, part of the gaucho clothing. I am talking about the fabric woven belt, as seen in the picture. By the way, I have a confession to make: my passion for the gaucho men’s bombacha and the whole set that goes with it (boots, belts, etc.). In my opinion it gives its wearer a very ‘macho’ look as well as a powerful image.

cinta-gaucha

Olha aí, “seu Burberry”, mais uma inspiração pro universo de menswear. Um negócio muito macho, não é?

Now look ‘Mr. Burberry’, at some other nice inspiration in these men’s gaucho boots.

Fotos de mais pilchas aqui neste link do Flickr do Eduardo Amorin.

A bombacha é uma peça lindíssima, com os favos então nem se fala. O caimento do tecido, a leveza com que a peça cai sobre o corpo, o desenho lateral, a forma como a bota e a bombacha se complementam…

Pra fechar o post, uma foto que dá saudade dos pagos…

There are some more gaucho looks in Eduardo Amorin’s Flickr page. The bombacha is an incredible garment, specially when they have beehives. The way the fabric flows around the body, the design, the way pants and boots complement each other…

E finalizando no clima “alma farrapa”, a letra da música “Os Homens de Preto”, do grupo Caverá. Nunca tinha me dado conta. mas a letra tem um quê de bandeira pelo vegetarianismo. Que beleza!

Now, below, some lyrics of a gaucho song called “Men in Black” from the Cavera Group.

Os homens de preto (…)
Os homens de preto trazendo a boiada vem vindo cantando dando gargalhada
E o bicho coitado não pensa nem nada só vem pela estrada direito à charqueada
Deus, Deus, Deus, Deus, Deus, você fez

Os homens de preto trazendo a boiada vem vindo cantando dando gargalhada
Deus, Deus, Deus, Deus, Deus, você fez
Os homens de preto, os homens de preto, os homens de preto, os homens de preto
Trazendo a boiada vem vindo cantando dando gargalhada
E o bicho coitado não pensa nem nada só vem pela estrada
(Os homens de preto, os homens de preto, os homens de preto, os homens de preto)
Vem berrando, vem berrando, vem berrando, vem berrando
(Os homens de preto, os homens de preto, os homens de preto, os homens de preto)
O gado coitado nasceu foi marcado
Aí vai condenado na estrada berrando a querência deixando os homens malvados quebrando e gritando

Toca boi, toca boi, berra boi, berra boi
Venha, venha, venha boi, anda boi ou, ou, ou, ou, oua boi

Os homens de preto trazendo a boiada vem vindo cantando dando gargalhada
Deus, Deus, Deus, Deus, Deus, você fez
O gado coitado nasceu foi marcado
Aí vai condenado direito a charqueada
Mas manda a poeira pro rumo de Deus
Berrando pra Ele dizendo pra Deus
Deus, Deus, Deus, Deus, Deus, você fez

Boi, boi, boi, boi, boi, boi, boi
Os homens de preto empurrando a boiada vem vindo cantando dando gargalhada
Deus, Deus, Deus, Deus, Deus

A coleção masculina da Burberry 2009/10 tem tricô | Knitwear in Burberry men’s 2090/10 collection

Dentro da sobriedade e classissismo da marca, para o próximo inverno a Burberry investe nas tranças do tricô em sweaters e golas gigantes (de novo! confira o último post da LookBook).

As golas parecem que vêem como uma opção às mantas e cachecóis (em São Paulo se fala manta, no Rio Grande do Sul falamos cachecol). É uma boa não? Em lugares onde faz frio, enjoa ficar usando manta todo dia. A gola é charmosa e diferente.

Falando em golas, a Burberry realmente veio com tudo: vejam, na coleção feminina, as super golas que tem pele de um lado e a estampa tradicional por dentro.

Detalhe da gola

Detalhe da gola

O look completo.

O look completo.